Rei do Arroz maior
PROMOVE MAIOR

SANTOS DUMONT E CIDADES VIZINHAS PODERÃO FICAR SEM UTI COVID POR FALTA DE OCUPAÇÃO.

O Hospital de Misericórdia de Santos Dumont oficializou aos prefeitos das cidades abastecidas pelo atendimento da entidade sobre a suspensão do funcionamento dos leitos de UTIs que atendem pacientes em estado grave com a COVID-19.

O Hospital justifica a suspensão do funcionamento a não prorrogação da habilitação dos leitos UTI COVID pelo Ministério da Saúde, já que o Hospital da cidade apresentou uma taxa de ocupação de apenas 30% e a taxa de ocupação mínima exigida pelo Ministério da Saúde é de 50% para que possa subvencionar os gastos de manutenção para no funcionamento das UTIs COVID.

Em decorrência da negativa, a administração hospitalar da cidade recorreu à Secretaria Estadual da Saúde através da SRS (Superintendência Regional da Saúde) em Juiz de Fora para a habilitação dos leitos, iniciando o credenciamento.

O estado apresentou uma proposta em subvencionar apenas os leitos quando estiverem em uso, o que para o Hospital seria inviável, já que o custo para manter o funcionamento de uma UTI COVID independe de ela estar ou não com paciente.

Preocupado com a situação, o prefeito de Santos Dumont reuniu-se com a direção do Hospital e autoridades da saúde para encontrar uma forma de manter o funcionamento das UTIs com subvenções paliativas.

Deixe um comentário