PROMOVE MAIOR
Rei do Arroz maior

PRESIDENTE DA SANTA CASA EM JUIZ DE FORA ENTRA NA LISTA DE CANDIDATOS A PREFEITO POR AÇÃO DE BOLSONARO, DIZ VALOR ECONÔMICO.

PRÉ

As eleições de 2020 já começaram a “pipocar” nas rodas de conversas em diversas cidades da região da Zona da Mata Mineira. Vários nomes novos e outros já conhecidos da política regional surgem como possíveis pré-candidatos almejando a posição máxima do executivo municipal em várias cidades.

Em Santos Dumont, a “boca miúda” ventila nomes conhecidos com os dos ex-prefeitos Evandro Nery (PT) e Bebeto Faria (PP) como possíveis candidatos disputando um pleito eleitoral, boatos que não foram confirmados por nenhum dos citados. Nomes novos vêm emergindo nas conversas de populares, uns que já transitaram nas eleições de 2016 e outros que surgiram na onda da campanha em 2018 que elegeu o atual presidente da república, Jair Bolsonaro.

Atual prefeito do município, Carlos Alberto de Azevedo, ainda não se posicionou se tentará ou não uma reeleição. Fato que vem preocupado os integrantes da equipe de governo e dos simpatizantes quanto à essa definição do líder. Nos bastidores da atual política municipal há uma disputa para tentar “carimbar” um nome que ocuparia a posição de vice-prefeito do Betinho numa possível disputa pela reeleição à prefeito.

pré eleição

Em Juiz de Fora, cidade polo da região, o Jornal de Tribuna de Minas, soltou uma publicação que promete balançar os ânimos daquela cidade, citando o presidente da Santa Casa (Renato Loures) como um possível perfil à candidato a prefeito nas eleições de 2020. Leia na íntegra a matéria publicada:

“O médico e presidente da Santa Casa, Renato Loures, entrou na cena política, nesta segunda-feira, após publicação de matéria pelo jornal “Valor Econômico” dando conta que o presidente Jair Bolsonaro, como forma de gratidão pelo atendimento recebido na Santa Casa, teria sinalizado a aliados que tentará emplacar o nome Loures como candidato do PSL à Prefeitura de Juiz de Fora. Filiado ao PDT, ele teria que mudar de partido, o que pode fazê-lo até abril do ano que vem. Em nota, a Santa Casa informou ao jornal que o médico “não seria candidato à prefeitura da cidade mineira. Minutos depois, a assessoria enviou uma nova versão, afirmando que, ‘por enquanto, o doutor Renato Villela Loures não é candidato à Prefeitura de Juiz de Fora. Sua meta é tornar a Santa Casa de Juiz de Fora um dos melhores hospitais do país’”. A reportagem também ouviu o deputado Charlles Evangelista, que apoia a candidatura da deputada Sheila Oliveira, e este foi claro ao dizer que “o apoio do presidente Bolsonaro é fundamental, mas não é ele quem escolhe o prefeito, é a população. Não acredito que ele faria esse movimento de chamar outra pessoa sem consultar a gente. Não acredito nessa interferência”.

Por Paulo Cesar Magella/Tribuna de Minas – 23/09/2019 às 07h56

Deixe um comentário